terça-feira

Dicas muito boas para facilitar o hábito/prazer de leitura dos seus filhos

.
É uma afirmação tão – como poderia dizer? – ‘figurinha carimbada’ que, como se diz, é debalde, insistir, mas, o exemplo é o melhor ensino/aprendizado, não é verdade?

Com o livro ou leitura não é diferente. Se o pequeno vive em um universo onde predominam as telinhas coloridas das “inovações tecnológicas da hora”... Não vai dar outra: a fissura pelas telinhas, logo, se pretendo iniciar seus filhos no universo do livro, da leitura... 

No mínimo conciliar...

Então, se gosta de ler, e lê, faça-o de maneira que os pequenos vejam, mesmo que – como poderia dizer? – de forma meio subliminar, ou sem atenção direta, ou mesmo que faça com que participem de alguma maneira, como convidando a lerem algo, por exemplo.
Confira também:
- A leitura salva!
- Mães são as responsáveis pela iniciação à leitura
- Leitura e livros, fazendo a lição de casa
- Como fazer iniciação das crianças no universo do livro leitura
- Os livros e a leitura do mundo. Estimulando o hábito de leitura nas crianças
- Como fazer um livro de pano para iniciar o seu ‘bebê’ no universo do prazer da leitura
- Para facilitar a leitura, mesmo que o livro não seja ‘aquela brastemp’
Se pensar bem, mesmo que lhe pareça um sacrifício, vale mesmo à pena. Afinal educação é isso, não? No momento “a bola” está com você.

Afinal, a leitura, apesar de toda pós-modernidade, não saiu, e nunca vai sair, de moda/importância.
"10 dicas para incentivar a leitura dos filhos

Como pai (ou mãe), você é a pessoa que mais influencia na educação de seus filhos. Um dos seus (muitos) papeis é ajudá-los a aprenderem e a gostarem de ler.
Aqui estão algumas sugestões sobre como você pode ajudar a tornar a leitura uma experiência positiva, desde cedo.
1. Escolha uma hora bem calma
Com as crianças, nós sabemos que há “horas calmas” e “horas agitadas”. Procure um lugar e uma hora calmos e sente-se com um livro. Dez a quinze minutos por dia é suficiente.
2. Faça da leitura um prazer
A leitura precisa ser algo prazeroso. Sente com seu filho. Tente não fazer pressão se ele ou ela estiverem indispostos. Se a criança perder interesse, faça algo diferente.
3. Mantenha o fluxo
Se ele pronunciar uma palavra errada, não interrompa imediatamente. Ao invés disso, dê a oportunidade para autocorreção. É melhor ensinar algumas palavras desconhecidas para manter o fluxo e o entendimento da frase do que insistir em fazê-lo pronunciar o som exato das letras.
4. Seja positivo
Se a criança diz algo quase certo no início de uma frase, tudo bem. Não diga “Não, está errado”, mas sim “Vamos ler isso aqui juntos” e dê ênfase às palavras quando pronunciá-las. Aumente a confiança da criança com dizeres positivos a cada pequena melhoria que ela conseguir. “– Muito bom! Você aprende rápido!” “– Certo! Você é muito inteligente” etc.
5. Sucesso é a chave
Pais ansiosos para que seus filhos progridam podem, erroneamente, dar livros muito difíceis. Isso pode causar o efeito oposto ao que eles estão esperando. Lembre-se “Nada faz tanto sucesso quanto o sucesso”. Até que seu filho tenha adquirido mais confiança, é melhor continuar com livros fáceis. Pressioná-lo com um livro com muitas palavras desconhecidas não vai ajudar, muito pelo contrário. Não haverá fluxo, o texto não vai ser entendido e provavelmente a criança vai se tornar relutante com a leitura. Então dê prioridade a livros de acordo com a faixa etária de seu filho.
6. Visite a Biblioteca
Encorage seu filho a retirar livros na biblioteca pública. Leve-o até lá e mostre, com calma, tudo que ele precisa.
7. Pratique regularmente
Tente ler com seu filho todos os dias da semana. Pouco, mas frequentemente é a melhor estratégia. Os professores da escola têm um tempo limitado para ajudar individualmente a leitura dos alunos.
8. Converse com o pimpolho
Provavelmente seu filho tem um dia de leitura na escola (Se não tem, vá lá e faça com que tenha, ora). Sempre converse com ele e faça comentários positivos. Assim a criança vê que você está interessado em seu progresso e que você valoriza a leitura.
9. Fale sobre os livros
Ser um bom leitor é muito mais do que simplesmente ler palavras corretamente. O mais importante é entender e refletir sobre o que está lendo. Sempre fale com seu filho sobre o livro, sobre as figuras, sobre as personagens, como ele acha que vai ser o final da história, sua parte favorita etc. Assim você vai ver como está o entendimento dele e poderá ajudá-lo a desenvolver uma boa interpretação.
10. Varie sempre
Lembre que as crianças precisam experimentar vários materiais de leitura. Por exemplo, livros só de figuras, quadrinhos, revistas, poemas e até os jornais (mostre a ele a parte com palavras cruzadas e, claro, as tirinhas e charges).

Para quem ainda não acredita no potencial das crianças como leitoras, saiba que elas são experts em comentar livros infantis.

Traduzido e (muito) adaptado de TopMarks 

Uma dica adicional é dar ‘uma passeada periódica’ por livrarias e deixar que a criança adquira algo, e assim providencie um cantinho em seu quarto para que ela possa ir montando sua própria biblioteca.

É, também, o caso de participar de atividades desenvolvidas em algumas livrarias, de estimulo à leitura para crianças, ou mesmo algum evento de lançamento de livros infantis.

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações


 *

Share/Save/Bookmark

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo comentário em artigos, com qualquer data, será bem vindo, lido, apreciado e postado.
Sinta-se à vontade!